Atlas das Aves do Arquipélago da Madeira.

 
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home RESULTS By Specie
There are no translations available.

Nome Científico

Hydrobates castro (Harcourt, 1851)

Nome Comum

Roque-de-castro, paínho-da-madeira, roquinho, angelito.

Família

Hydrobatidae

Estatuto Taxonómico

Distribuição mundial

Estatuto IUCN

Pouco Preocupante (LC)

Estatuto Livro Vermelho

Pouco Preocupante (LC)

Comprimento

 

Envergadura

 

Descrição

É uma ave marinha de pequeno porte, apresentando uma coloração escura com uma faixa branca no uropígio e a cauda é ligeiramente bifurcada.

Distribuição Mundial

Espécie que apresenta uma distribuição mundial ampla, incluindo os oceanos Atlântico e Pacífico. Em Portugal esta ave nidifica nos Arquipélagos da Madeira e Açores e  das Berlengas. Na Macaronésia para além dos arquipélagos portugueses também ocorre no Arquipélago das Canárias.

Distribuição Regional

Esta espécie está presente em todas as ilhas do Arquipélago

Comportamento

 

Habitat

Nidifica em pequenas ilhas, ilheus e falésias costeiras. O seu ninho de reduzidas dimensões, pode ser construído em pequenos buracos no solo, cavidades existentes nas rochas e em paredes de pedra.

Dieta

Alimenta-se no mar essencialmente em zonas pelágicas. A dieta parece ser constituída maioritariamente por pequenos crustáceos, peixes, pedaços de gordura e outros restos retirados da superfície da água.

Efetivo Populacional

No Arquipélago da Madeira existem duas populações temporalmente segragadas, que se reproduzem anualmente no verão ou no inverno (Monteiro & Furness, 1998, Geraldes, 2000, Nunes 2000). É provável que a população total no arquipelago madeirense seja superior a 10.000 indidivíduos, distribuídos fundamentalmente pelas Selvagens e Desertas. No Porto Santo a nidificação só está confirmada para os ilhéus.

Tendência Populacional

Aparentemente estável

Factores de Ameaça

Actualmente a perda e degradação de habitat poderá e a predação por parte de animais introduzidos, nomeadamente ratos e gatos constituem o principal flagelo para esta ave. Em termos históricos é provável que esta ave não tenha sido afectada pela predação humana, uma vez, que os seus ninhos não só são dificeis de localizar, como as suas reduzidas dimensões os tornam de difícil acesso.

Medidas de Conservação

Estas aves nas ilhas Desertas e Selvagens apresentam uma protecção adequada, sendo alvo de vigilância permanente, para além de nidificarem em zona com o estatuto de Reserva Integral. Nas Ilhas da Madeira e do Porto Santo algumas áreas de nidificação estão protegidas sob o a juridisção do Serviço do Parque Natural da Madeira. Contudo, é necessário desenvolver esforços que permitam conhecer melhor a sua distribuição, de forma a que sejam avaliados os principais factores limitantes.

Hot-spots de observação

 

Data de Atualização

01/12/2014

Verifique aqui os resultados já obtidos para esta espécie

< Anterior     Seguinte >

Regressar à Listagem de espécies

 
Português (pt-PT)English (United Kingdom)

Partners

Banner
Banner
Banner

News

Search