Atlas das Aves do Arquipélago da Madeira.

 
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home RESULTS By Specie
There are no translations available.

   

Nome Científico

Falco tinnunculus canariensis (Koeing, 1889)

Nome Comum

Francelho, peneireiro.

Família

Falconidae

Estatuto Taxonómico

Subespécie endémica da Macaronésia.

Estatuto IUCN

Pouco Preocupante (LC)

Estatuto Livro Vermelho

Pouco Preocupante (LC)

Comprimento

31-37 cm

Envergadura

68-78 cm

Descrição

Os indivíduos desta subespécie ostentam uma coloração mais escura do que a congénere europeia. A cabeça do macho apresenta um cinzento mais escuro e é mais listrada, enquanto o manto é castanho-escuro e com manchas pretas maiores. O manto da fêmea é muito mais listrado e as penas superiores da cauda são de um cinzento-azulado (Bannerman & Bannerman, 1965; Snow & Perrins, 1998). Em voo é facilmente identificável pelas suas longas asas pontiagudas e arqueadas em forma de foice, e pela sua longa cauda. É a ave de rapina diurna mais pequena do arquipélago.

Distribuição Mundial

Espécie com ampla distribuição europeia e grande parte de África. Em Portugal a subespécie F. t. canariensis apenas ocorre no Arquipélago da Madeira. Na Macaronésia também nidifica no Arquipélago das Canárias.

Distribuição Regional

Ocorre nas Ilhas da Madeira e Porto Santo e apresenta uma distribuição dispersa.  Até 1996 esta ave nidificava nas Ilhas Desertas mas a realização do projecto de "Recuperação dos Habitats Terrestres da Deserta Grande" que visava a eliminação dos herbívoros, levou que os poucos casais existentes abandonassem esta área. No entanto, voltou a ser detectada quer na Deserta Grande, quer no Bugio, apesar da sua nidificação não ter sido para já confirmada.

Comportamento

Caça persistentemente, voando e peneirando de cauda aberta acima do solo. Assim que a sua presa é localizada, mergulha a pique para a atacar.

Habitat

Ocorre num vasto leque de habitats, tais como em zonas florestais indígenas e exóticas, zonas com pouca vegetação ou com vegetação rasteira, áreas agricolas e zonas sub-urbanas. Contudo é uma ave que prefere essencialmente áreas abertas.

Dieta

Alimenta-se de roedores, insectos e pequenas aves.

Efetivo Populacional

Apesar de não haver dados rigorosos sobre o seu efectivo populacional, estima-se que exista uma população entre 2.500 e 10.0000 indivíduos.

Tendência Populacional

Nas últimas duas décadas apresentou uma tendência populacional nitidamente positiva.

Factores de Ameaça

Em termos históricos esta ave, tal como outras aves de rapina foi alvo da perseguição humana, pelos mais diversos motivos. Porém esta ameaça não apresenta a mesma dimensão de outros tempos e existe actualmente uma maior consciencialização dos efeitos positivos que esta ave pode ter sobre os ecossistemas.

Medidas de Conservação

Nas ilhas da Madeira e Porto Santo entre 20% a 50% da sua área de ocorrência estão classificadas como Zona de Protecção Especial e Zonas Especiais de Conservação, integrando desta forma a Rede Natura 2000. Igualmente outras áreas de ocorrência estão protegidas sob o juridisção do Serviço do Parque Natural da Madeira com o estatuto de Reserva Integral ou Parcial.

Hot-spots de observação

 

Data de Atualização

19/10/2009

 

Verifique aqui os resultados já obtidos para esta espécie

< Anterior     Seguinte >

Regressar à Listagem de espécies

 
Português (pt-PT)English (United Kingdom)

Partners

Banner
Banner
Banner

News

Search